quarta-feira, 22 de abril de 2015

Real Combo Lisbonense às voltas com Carmen Miranda (Coimbra - TAGV)



Real Combo Lisbonense às voltas com Carmen Miranda, numa noite colorida e animada.O concerto aconteceu no Teatro Académico de Gil Vicente para apresentar o primeiro disco do grupo: “Saudade de Você – às voltas com Carmen Miranda”. Com o objetivo de renovar e reinterpretar as canções popularizadas por aquela cantora, o novo trabalho da banda inclui onze temas, entre sambas e marchas.

12º Poliempreende: Apresentação Ideias de Negócio (IPC)



Destinado aos jovens do ensino Politécnico do país, está a decorrer a 12ª edição do Concurso Poliempreende. A apresentação das ideias de negócio aconteceu no INOPOL, a Academia de Empreendedorismo do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), e nós fomos conhecer alguns projectos.

VII Conversas à Mesa: "Turismo "Religioso"



No âmbito da Pós-Graduação em Gestão Turística e Hoteleira, uma parceria entre a Escola Superior de Educação e a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, realizou-se a 7ª edição de "Conversas à Mesa”, dedicada ao Turismo Religioso. Estas conversas inserem-se no ciclo de Debates em Turismo, que pretendem partilhar experiências e divulgar novas oportunidades, na área do Turismo.

7 E ¼ - MOSAICOS DE INSTANTÂNEOS DA UC


Inserida nas comemorações dos 725 anos da Universidade de Coimbra, recordamos uma exposição com fotografias de Cláudia Lobo, João Queiróz, Olavo Costa, Paulo Abrantes, Pedro Frias, Ricardo Cruz e Sandra Fonseca. 
O resultado desta mostra foi uma sensação de ilusão ótica em sete mosaicos e meio, constituídos por 725 fotografias alusivas à diversidade e riqueza do património histórico da Universidade, e edifícios circunscritos no Património da Humanidade.


“Ainda hoje era ontem”, Nuno Camarneiro | Teatro Toitoi


“1º Duas pessoas tropeçam uma na outra. 2º Amam-se. Para alguns (que sorte), a história acaba aqui. Para outros, não: 3º cada um vai à sua vida.”
Ainda hoje era ontem” é uma obra teatral escrita por Nuno Camarneiro e interpretada por Ricardo Vaz Trindade, Marta Félix e Luís Pedro Madeira, que se faz acompanhar de um acordeão. Um acordeão que marca o tempo e o peso das relações. 
A história que aqui vai contada acabou antes de começar.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Segunda-feira, 20 de Abril na RTP2 (trailer)


ESECTV NA RTP2 | 11ª temporada 
Emissão: Segunda-feira, 20 Abril 2015, 16h RTP2 // DIRECTO ONLINE RTP play


Nesta edição, Real Combo Lisbonense às voltas com Carmen Miranda, no Teatro Académico de Gil Vicente. Apresentada pela primeira vez no mesmo Teatro, um texto de Nuno Camarneiro: “Ainda hoje era ontem”, fala de relações, uma história que acabou antes de começar. Inserida nas comemorações dos 725 anos da Universidade de Coimbra, recordamos a exposição 7 E ¼ - Mosaicos de Instantâneos da UC.  A 7ª edição das Conversas à Mesa aproxima-nos do Turismo Religioso e espreitamos algumas ideias de negócio a concurso na 12ª edição do Poliempreende. 


terça-feira, 14 de abril de 2015

"Ego", de Carl Djerassi, pela Marionet



“Ego” é uma comédia com um fino humor, recheada de ironia e de referências culinárias, literárias e freudianas, e constitui um belíssimo espécime da escrita cosmopolita e culturalmente sofisticada de Carl Djerassi.  A companhia de Coimbra Marionet estreia brevemente esta peça, no Teatro da Cerca de São Bernardo.

Diabo na Cruz | Coimbra (Oficina Municipal do Teatro)



“Venha de lá ao bailarico sacudir o diabo na cruz e no corpo”
São assim os concertos dos Diabo na Cruz
A banda passou por Coimbra e agitou a cidade com canções que cantam amores e desamores, alguns hinos à liberdade e também baladas. A ESECTV foi espreitar os ensaios e conversou com Jorge Cruz sobre o projecto que veste rock popular e dá vontade de dançar: estão todos convidados.

“MONSIEUR CESARINY" | Susana Paiva



MONSIEUR CESARINY”: um livro com fotografias de Susana Paiva editado pela Debout Sur l'Oeuf (DSO). É um mergulho da autora no seu passado, na sua história de vida e nesse espaço privilegiado onde os seus passos se cruzaram com Mário Cesariny e a sua irmã, Henriette. “MONSIEUR CESARINY” é um olhar com dez anos de distância sobre uma experiência inesquecível.

“Adeus até ao meu regresso” | Frederico Dinis


Adeus até ao meu regresso” consiste numa instalação sonora e fotográfica com base em fotografias de militares mobilizados na Guiné, Angola e Moçambique. Um olhar que procura representar a memória colectiva de todos os que foram envolvidos pela Guerra Colonial. Da autoria de Frederico Dinis, esta instalação pode ser visitada até 1 de maio na Sala Branca do Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra.